top of page
  • Foto do escritorHugo Crema

Como traduzir nomes de órgãos públicos para o inglês? | HCM News 7

Como traduzir nomes de órgãos públicos brasileiros para o inglês?





Recebo e-mail de uma amiga advogada perguntando como traduzir TCU. Ela precisa submeter um artigo para um congresso internacional e está em dúvida entre 3 opções:

  • Federal Court of Accounts

  • Federal Accountability Office

  • National Audit Court

É o tipo de dúvida para qual não existe solução pronta.


Como você resolveria essa questão?


Por se tratar de um congresso, precisamos encontrar a expressão que tenha mais trânsito internacional. Ou seja, a mais inteligível para os interlocutores do texto.


Busquei fontes institucionais (site do TCU e órgãos internacionais, como a INTOSAI), menções na imprensa e documentos abertos. Num momento como esse, ferramentas de tradução automática mais atrapalham do que ajudam.


A tradução de termos da administração pública brasileira para o inglês é algo complicado. Para se ter uma idéia, até mesmo a tradução da nossa Constituição Federal está desatualizada: foi publicada em 2013.


São poucos os órgãos públicos que têm o site traduzido para o inglês. Muitas dessas traduções pecam pelo literalismo, pela não-equivalência com órgãos em outros países. Em geral, órgãos que não têm intercâmbio com agências internacionais optam por publicar uma tradução simplesmente institucional do seu site.


Depois de (1) comparar diversas fontes institucionais, (2) verificar o nome de Tribunais de Contas mundo afora, (3) cotejar notícias internacionais sobre o TCU brasileiro, sugeri um uso híbrido: usar Federal Court of Accounts no abstract e na introdução, e National Audit Court no restante do artigo.


Apesar de o próprio site do TCU denominar o órgão Federal Court of Accounts, alguns fatores motivaram minha resposta. O artigo dirige-se a um público acadêmico, externo ao órgão de controle. Acreditei ser essencial buscar simplicidade, descritividade e aceitação internacional, como formas de dinamizar o debate acadêmico.


Este texto busca lançar luz sobre os desafios da tradução jurídica, acadêmica e institucional do português para o inglês. E isso que discutimos apenas a tradução do nome de 1 órgão público. Existem questões ainda mais complexas, como a tradução de cargos e nomeações, falas de agentes públicos, sem falar no texto da lei.


Podemos ver que há um longo caminho até a modernização e, talvez, fixação de termos da linguagem administrativa brasileira. Para resultados profissionais, é preciso consultar documentação internacional e, acima de tudo, levar em conta os interlocutores do texto.

4 visualizações

コメント


Inscreva-se e receba a newsletter por e-mail

Informações registradas!

bottom of page