top of page
  • Foto do escritorHugo Crema

Como identificar um bom tradutor jurídico? | HCM News 13

Como identificar um bom tradutor jurídico?



Ao selecionar um tradutor, há vários aspectos a considerar, por exemplo:


  1. Qualidade da tradução: Como em todos os setores de tradução, a tradução de qualidade é essencial. Entretanto, os clientes do setor jurídico são muitas vezes mais exigentes, pois sua comunicação corporativa deve ser confiável e inspirar confiança nos clientes potenciais. Portanto, é decisivo selecionar um tradutor qualificado com vários anos de experiência no segmento jurídico;

  2. Observância de prazos e SLAs. Como disse anteriormente: Por mais que cada tradução seja única em sua complexidade [...], deve-se definir políticas de horário e disponibilidade para dar a cada cliente uma estimativa exata da duração do serviço, com base na produtividade levantada;

  3. A experiência dos tradutores no mundo jurídico: para que um tradutor jurídico seja excelente, ele deve demonstrar amplo conhecimento do setor jurídico (e do segmento econômico dos clientes representados) e buscar treinamento contínuo. Obviamente, um bom tradutor deve conhecer as últimas tecnologias, terminologia, mudanças legais, regulatórias e econômicas, e assim por diante; e

  4. Proteger a confidencialidade: Profissionais de tradução jurídica devem proteger a confidencialidade dos documentos que traduzem. Eles podem estar lidando com informações sensíveis e dados confidenciais que devem ser protegidos. Uma de suas principais preocupações é não tornar essas informações acessíveis a estranhos, tais como concorrentes ou pessoas com más intenções.

1 visualização

Comentarios


Inscreva-se e receba a newsletter por e-mail

Informações registradas!

bottom of page