top of page
  • Foto do escritorHugo Crema

Tradutor: trabalho remoto ou presencial? | HCM News 10

Tradutor: trabalho remoto ou presencial?





Você já se sentiu exausto, conciliando 1000 responsabilidades além das que importam? Que a carreira estava andando em círculos por falta de prioridade e direção?


Talvez a chave esteja no trabalho remoto.


O trabalho remoto de verdade exige habilidades como delegação, priorização e comunicação assíncrona. Isso tem 2 efeitos: (1) acentuar a importância de documentar processos e informações; e (2) otimizar as raras ocasiões de interação presencial e ao vivo.


É o que afirma o Fórum Econômico Mundial: "A cultura organizacional dependerá menos do PowerPoint e mais da escrita". Em situações de trabalho remoto, canais estruturados de comunicação são cruciais para o sucesso.


Adam Ozimek, especialista em economia do trabalho, afirma a capacidade do trabalho remoto de transformar a economia e a cultura organizacional. Ele prevê que startups remote-first descobrirão novas formas de trabalhar de forma assíncrona, o que deve acarretar mudanças radicais na geografia e distribuição do trabalho.


"O que aconteceu é que empresas e trabalhadores descobriram que o trabalho remoto funciona melhor do que imaginavam. Isso fica claro em enquetes feitas com empresas, gestores e equipes - basicamente, todos descobriram que essa forma de trabalho é muito mais produtiva do que pensavam."


É importante lembrar que, para funcionar, o trabalho remoto depende da estruturação de processos: faq's, white papers, wikis, bases de conhecimento, etc. Além disso, é preciso investir na escrita como ferramenta de comunicação assíncrona e delivery-first, livre de fusos horários e horas de trabalho.


É possível aumentar a eficiência e a relevância do nosso trabalho seguindo um ciclo de priorização —> organização —> execução —> revisão.

1 visualização

Comments


Inscreva-se e receba a newsletter por e-mail

Informações registradas!

bottom of page